Ponto Eletrônico: o que é e quais suas vantagens?

Contar com um sistema de Ponto Eletrônico é obrigatório às empresas com 10 ou mais funcionários desde 2009. Isso, porque em agosto deste ano, o Ministério de Trabalho e Emprego (MTE) publicou a Portaria nº 1510.

O documento não só regulamentou o uso de Sistemas de Registro Eletrônico de Ponto (SREP) para o monitoramento de jornadas de trabalho. Através dele, também abriu-se espaço para a Portaria nº 373, que possibilita o uso de sistemas alternativos de controle de ponto digital.

Neste artigo, você encontra tudo sobre o Ponto Eletrônico, desde sua importância até as vantagens que traz à empresa e os funcionários. Confira!

Afinal, o que é o Ponto Eletrônico?

O Ponto Eletrônico é um sistema que permite o registro de horas trabalhadas por um funcionário numa determinada empresa.

Trata-se de um dispositivo no qual o empregado registra seus horários de entrada e a saída no local de trabalho. Ele existe em diversos modelos, com recursos e possibilidades diferentes, para melhor se adaptarem ao perfil e às necessidades de cada empresa.

Sabemos que as jornadas de trabalho podem variar de acordo com a empresa. Podem ser em horário comercial ou por regime de escala. De qualquer forma, é preciso ter um sistema que ajude a controlar se todos estão obedecendo aos horários de entrada e saída da jornada de trabalho.

Tempos atrás, as pessoas utilizaram formas manuais de controle de ponto, conhecido como as folhas de ponto. Entretanto, esse formato apresenta imensa vulnerabilidade para falsificações, assim, a tecnologia trouxe alternativas mais confiáveis e eficientes.

Estabelecer obediência à jornada de trabalho, que deve ser de 44 horas semanais ou 220 mensais, é importante para os dois lados. Para a empresa, assegura-se o cumprimento da lei e para o funcionário a obediência ao seu contrato de trabalho junto à organização.

Por que optar por este sistema?

Relógios de Ponto Eletrônico garantem diversas vantagens, tanto à empresa quanto ao colaborador.

Entre eles, podemos citar a segurança e a confiança que o sistema traz ao controle de horas trabalhadas. Dessa forma, ambas as partes têm certeza de que os horários registrados são verdadeiros, evitando desde transtornos corriqueiros, até ações judiciais.

Outra grande vantagem é a praticidade que o Ponto Eletrônico traz ao dia a dia. Isso porque, em apenas alguns segundos, o funcionário tem seu horário registrado pelo dispositivo. Assim, nenhum tempo de trabalho é perdido, o que é vantajoso tanto para o funcionário, quanto a corporação.

Imagine só em épocas nas quais não tínhamos esse tipo de recurso. Como provar em ações trabalhistas o cumprimento das regras por qualquer uma das partes? Hoje, a tecnologia traz a garantia de que as informações não foram adulteradas por nenhuma das partes, empresa ou colaborador.

Não podemos esquecer dos gestores, que conseguem manter o controle da equipe sem perder a sua produtividade. Informações são facilmente consultadas e os problemas internos resolvidos de forma rápida e prática. Em caso de banco de horas, por exemplo, basta conversar com o funcionário para compensar as horas devidas à empresa.

Relatórios personalizados com o registro de ponto são verdadeiras ferramentas para os gestores e os setores de RH. Afinal, a partir desses dados que muitas empresas geram a folha de pagamento, por conta de horas extras, por exemplo.

Lá constam os dados dos funcionários e os registros de horas durante um período determinado.

Além disso, reforçamos a importância de avaliar atrasos durante os intervalos, que representam obstáculos para produtividade da empresa. Quando obedecem aos horários, os colaboradores não apenas mantêm suas regras de seu contrato, como também garantem a efetividade dos processos internos.

Especificamente para a empresa, o sistema traz benefícios como:

– Mais disciplina entre os funcionários e garantia de respeito à jornada mínima de trabalho;

– Otimização do trabalho do RH, que não precisam calcular por dias as horas extras de cada colaborador antes do fechamento do mês;

– Redução de falhas humanas nos cálculos e suas consequências;

– Relacionamento mais saudável com os funcionários;

– Conformidade com a lei, já que a modalidade é homologada pelo MTE e certificada pelo Inmetro;

– Economia;

– Vantagem alcançada com a melhora na produtividade das equipes;

– Redução de falhas;

– Entre outros fatores.

Além disso, a redução de gastos com ações trabalhistas também deve ser considerada. Afinal, muitas delas se originam de mal-entendidos e falhas na comunicação em relação aos horários de entrada, saída, almoço, entre outros.

ponto-eletronico-o-que-e-e-quais-suas-vantagens

E para o funcionário, quais as vantagens?

Para ambas as partes o Ponto Eletrônico é extremamente vantajoso. Para o colaborador, o sistema traz vantagens como:

– Garantia de respeito à jornada máxima de trabalho e benefícios como férias, intervalos e horário de almoço;

– Possibilidade de consultar e conferir o salário em relação às horas extras, por via das dúvidas.

Como não há a possibilidade de falha humana, o funcionário tem muito mais tranquilidade em sua rotina de trabalho. Isso porque, infelizmente, muitos ambientes de trabalho são insalubres e contam com funcionários que agem de má fé para lesar outros.

Com o Ponto Eletrônico, conta com um sistema antifraude. Este, por sua vez, lhe garante mais confiança e segurança, ao saber que seus dados estão sendo registrados tais quais a realidade.

(Para o colaborador que cumpre suas obrigações junto à empresa, há a garantia de que seus colegas manterão o mesmo compromisso. É comum que empresas menores encontrem dificuldades em relação à obediência de intervalos, por exemplo, como citamos antes.

Além de dificultar a produtividade, prejudica os colegas, que precisam dos mesmos direitos de fazer seus intervalos.)

Fonte: Velti